Políticas Editoriais

Foco e Escopo

O foco principal é socializar o conhecimento científico na área do Serviço Social e nas áreas afins às Ciências Sociais, que possuam diferentes enfoques voltados à discussão da cidadania, direitos e emancipação humano-social. Tal eixo editorial se justifica pelo pressuposto de que o conhecimento e o enfrentamento aos desafios sociais contemporâneos não podem ser fragmentos e nem exclusivos a uma área, mas sim pautados no diálogo entre as várias disciplinas do saber, numa perspectiva interdisciplinar.

Objetivo y alcance

El objetivo principal es socializar el conocimiento científico en el área delTrabajo Social y en áreas afines a las ciencias sociales, que tienen diferentes enfoques dirigidos a la discusión de la ciudadanía, los derechos y la emancipación humana y social. Dicho eje editorial se justifica en el presupuesto de que el conocimiento y el enfrentamiento a los desafíos sociales contemporáneos no pueden ser fragmentados ni exclusivos de un área específica, pero sí basados en el diálogo entre las diversas disciplinas del saber, en una perspectiva interdisciplinar.

 



 

Políticas de Seção

Apresentação

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos

Insira aqui a política desta seção

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Resenhas

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Relatos de Experiência

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Sessão especial

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Diretrizes para autores

a) O artigo ou resenha deverá ser inédito no Brasil.

b) O artigo deve representar uma contribuição relevante para o campo específico de investigação, devendo apresentar referencial teórico consistente, argumentação clara e explícita e correção de linguagem. O trabalho precisa evidenciar que possui potencial e consistência suficiente para servir de referência para trabalhos de outros pesquisadores.

c) Formatação: título (centralizado em negrito), os artigos deverão ter, mínimo de 15 e máximo de 25 páginas, letra arial 12, espaçamento simples, margens superior e esquerda de 3,0 cm e margens inferior e direita de 2,0 cm, em folha formato A4 (210x297mm). As resenhas deverão ter entre 3 e 5 páginas, com a mesma formatação, restritas a livros publicados nos últimos 5 anos. Para dar ênfase no corpo do texto, usar itálico ou negrito, não sublinhar.

d) Sequência: Título, título em inglês, resumo, palavras-chave, abstract, keywords, texto, referências.

e) Os textos deverão ser redigidos preferencialmente em língua portuguesa. A revista publicará também textos em francês, inglês e espanhol e, nesse caso, os textos deverão ser acompanhados de um resumo em português e inglês.

f) Os artigos deverão trazer um título que corresponda com clareza à idéia geral do trabalho.

g) Resumo: máximo de 10 linhas (150 palavras) e um abstract em inglês com igual teor, contendo informações sobre os objetivos, procedimentos metodológicos, referenciais teóricos e resultados. Os resumos deverão apresentar 3 (três) palavras-chave separadas por ponto.

h) Notas: devem ser reduzidas ao mínimo e digitadas em pé de página, numeradas a partir de 1. As notas não devem ser utilizadas para referências, estas devem ser feitas no corpo do trabalho, entre parênteses, usando o sobrenome do autor, data de publicação e página, no caso de citação direta. Seguir normas da ABNT no ano em vigor.

i) No caso de artigos elaborados a partir de dissertações e teses, é necessário indicar o nome e titulação do professor orientador no cadastro da Revista.

j) Caso a pesquisa tenha apoio financeiro de alguma instituição, esta deverá ser mencionada.

k) As tabelas, gráficos, fotografias e demais imagens deverão ser em preto e branco ou tons de cinza – legíveis após sua redução as proporções da página impressa, máxima 17x23cm - e, portanto, devem ser encaminhadas nessa configuração. Em todos os casos, deve haver referência aos créditos ou fontes das mesmas. Limitar ao necessário o número de figuras.

l) A Coordenação da Revista se reserva o direito de introduzir alterações nos originais, visando a manter a homogeneidade e a qualidade da publicação, respeitando, porém, o estilo e as opiniões dos autores.

m) A Revista Emancipação é editada com recursos do Departamento de Serviço Social e do Programa de Pós-Graduação em Ciências Sociais Aplicadas da UEPG ou da contemplação junto a editais de agências de fomento e não há cobrança de taxas para processamento ou publicação de artigos.

n) As referências deverão seguir as normas da ABNT.

Não verificado Submissões abertas Verificado Indexado Não verificado Avaliado pelos pares

Artigos - Seção temática

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares

Artigos - seção livre

Verificado Submissões abertas Verificado Indexado Verificado Avaliado pelos pares
 

Processo de Avaliação pelos Pares

O corpo de avaliadores é formado por pesquisadores provenientes das diferentes áreas das Ciencias Sociais. Os trabalhos recebidos serão encaminhados para, no mínimo, dois avaliadores em processo de pares-cegos, no qual os avaliadores não têm acesso ao nome dos autores e vice-versa. 

 

 

Política de Acesso Livre

Esta revista oferece acesso livre imediato ao seu conteúdo, seguindo o princípio de que disponibilizar gratuitamente o conhecimento científico ao público proporciona maior democratização mundial do conhecimento.

Política de acceso abierto

Esta revista provee acceso libre e inmediato a su contenido, siguiendo el principio de que la disposición abierta del conocimiento científico al público proporciona una mayor democratización mundial del conocimiento.

 

Indexadores

Indexada nas bases de dados:

Indexadas en las bases de datos:

Dialnet 

DOAJ

Geodados 

Latindex

Sumários.org 

REDIB

Acadêmic Database Info |

 

 

Consultores Ad Hoc Revista Emancipação

Consultores ad hoc para os números 16 (1) e 16 (2)

Drª. Alexandra Filipak (Instituto Federal de São Paulo - Brasil)

Drª. Ana Paula Machado Velho (Unicesumar – Brasil)

Ms. Andressa Kikuti Dancosky (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Drª. Angela Maria Moura Costa Prates (Universidade Estadual do Oeste - Brasil)

Dr. Antônio Marques Vale (Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Carolina Cavalcante Lins (Universidade Federal de Alagoas – Brasil)

Drª. Clara Cruz Santos (Universidade de Coimbra – Portugal)

Drª. Cristiane Gonçalves Souza (Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Deborah Cristina Amorim (Unichapecó - Brasil)

Dr. Diogo da Silva Cardoso (Universidade Federal do Rio de Janeiro - Brasil)

Dr. Érico Ribas Machado (Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Emilie Faedo Della Giustina (Universidade Estadual do Centro Oeste - Brasil)

Ms. Fabiana Vosgerau Trentini (Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Francisco Salau Brasil (Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Drª. Fernanda Nunes da Rosa Mangini (Universidade Federal de Santa Catarina - Brasil)

Ms. Fernando Henrique Protetti (Instituto Federal de São Paulo – Brasil)

Dr. Georgiane Garabely Heil Vazquez (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Ms. Juliana Berg (Universidade Estadual do Centro Oeste – Brasil)

Dr. Juliano Peroza (Instituto Federal do Paraná – Brasil)

Drª. Karla Beatriz Roesler da Silva (Universidade Federal de Santa Catarina – Brasil)

Ms. Kelen Aparecida da Silva Bernardo (Universidade Federal do Paraná – Brasil)

Ms. Kevin Willian Kossar Furtado (Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Luana Márcia de Oliveira Billerbeck (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Drª. Luciele Nardi Comunello (Faculdades Integradas de Taquara – Brasil)

Drª. Lucimar Aparecida Garcia Coneglian (Prefeitura Municipal de Castro - Brasil)

Drª. Manuela Salau Brasil (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Ms. Marcia Alves Soares da Silva (Universidade Federal do Paraná – Brasil)

Drª. Michelly Laurita Wiese (Universidade Federal de Santa Catarina – Brasil)

Ms. Pedro Fauth Manhães Miranda (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Ms. Rafael Bozzo Ferrareze (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Ms. Rauli Gross Jr. (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Ms. Silvana dos Santos Moreira (Instituto Federal do Paraná – Brasil)

Dr. Valdenésio Aduci Mendes (Universidade Estadual de Santa Catarina - Brasil)

Dr. Valter Martins (Universidade Estadual do Centro-Oeste – Brasil)

Ms. Virgínia de Souza (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

  

 

 

Consultores ad hoc da Revista Emancipação para os números 17 (1) e 17 (2) -  Ano de 2017

 

Dr. Adilson Aquino Silveira Júnior (Universidade Federal da Paraíba – Brasil)

Drª Adriane de Lima Penteado (Universidade Tecnológica Federal do Paraná - Brasil)

Ms. Aldimara Catarina Boutin (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Ms. Alice Alves Menezes Ponce de Leão Nonato (Universidade Federal do Amazonas – Brasil)

Ms. Ana Paula Moreira ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Dr. Antônio João Hocayen da Silva (Universidade Estadual do Centro-Oeste - Brasil)

Dr. Antônio Marques Vale (Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Bárbara Cristina Kruse (Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Dr. Bruno Pedroso (Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Dr. Carlos Cesar Garcia Freitas (Universidade Estadual do Norte do Paraná - Brasil)

Ms. Carolina Cavalcante Lins (Universidade Federal de Alagoas -Brasil)

Ms. Christiane Pimentel Silva (Universidade Federal do Pará - Brasil)

Drª. Clara Cruz Santos (Universidade de Coimbra – Portugal)

Drª. Cristiane Gonçalves Souza ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Cristiane Sonego (Universidade Estadual do Centro-Oeste - Brasil)

Drª Deborah Cristina Amorim (Universidade Federal de Santa Catarina – Brasil)

Dr. Diogo da Silva Cardoso (Universidade Federal do Rio de Janeiro – Brasil)

Ms. Elizania Caldas Faria ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Emilie Faedo Della Giustina (Universidade Estadual do Centro-Oeste - Brasil)

Dr. Érico Ribas Machado ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Drª Fernanda Keiko Ikuta (Universidade Estadual do Centro-Oeste - Brasil)

Ms. Francisco Salau Brasil ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Gabriel Ferreira Carvalho (Faculdades Ponta Grossa – Brasil)

Drª Georgiane Garabely Heil Vazquez(Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Drª Geralda Luiza de Miranda ( Universidade Federal de Minas Gerais - Brasil)

Drª Gisele Ferreira Paris (Universidade Estadual do Oeste do Paraná - Brasil)

Drª. Heloísa Sayumi Miyahara (União das Instituições de Serviço, Ensino e Pesquisa - Brasil)

Dr. Ivar César Oliveira de Vasconcelos (Universidade Católica de Brasília – Brasil)

Drª. Jeaneth Nunes Stefaniak ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms.Juan Felipe Suescón (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Ms. Juliana Berg (Universidade Estadual do Centro-Oeste - Brasil)

Dr. Juliano Peroza (Instituto Federal do Paraná – Brasil)

Drª Karla Beatriz Roesler da Silva (Tribunal de Justiça do Paraná – Brasil)

Ms. Kelen Aparecida da Silva Bernardo (Universidade Federal do Paraná – Brasil)

Ms. Kevin Willian Kossar Furtado (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Ms. Laís Vila Verde Teixeira (Centro Universitário da Fundação Educacional de Barretos - Brasil)

Drª. Lucimar Aparecida Garcia Coneglian (Prefeitura Municipal de Castro – Brasil)

Drª. Manuela Salau Brasil ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Dr. Marcelo Barreto (Universidade Estadual do Centro-Oeste - Brasil)

Ms. Marcia Alves Soares da Silva (Universidade Federal do Paraná – Brasil)

Drª. Marcia Pastor (Universidade Estadual de Londrina – Paraná)

Drª. Márcia Sgarbieiro (Universidade Estadual de Londrina – Paraná)

Ms. Maria Iolanda de Oliveira ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Marilda Angioni (Fundação Universidade Regional de Blumenau – Brasil)

Drª Marilene Zazula Beatriz (Universidade Federal Tecnológica do Paraná – Brasil)

Drª Marina Monteiro de Castro (Universidade Federal de Juiz de Fora – Brasil)

Drª Marisa Camargo (Universidade Federal de Santa Catarina – Brasil)

Drª Michele Guedes Bredel de Castro (Universidade Federal Espirito Santo – Brasil)

Dr. Nei Alberto Salles Filho ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Drª.Paula Melani Rocha ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Paulo Roberto Felix dos Santos (Universidade Federal do Sergipe – Brasil)

Ms. Pedro Fauth Manhães Miranda (Universidade Estadual de Ponta Grossa – Brasil)

Ms.Peterson Alexandre Marino ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms.Rafael Bozzo Ferrareze ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Ms. Raphael Pagliarini (Instituto Federal do Paraná – Brasil)

Drª. Raquel Dorigan de Matos (Universidade Estadual do Centro-Oeste - Brasil)

Ms. Ricardo Rojas Fabres (Universidade Federal do Rio Grande do Sul – Brasil)

Dr. Ricardo Serra Borsatto (Universidade Federal de São Carlos – Brasil)

Dr. Ronaldo Alves Duarte (Prefeitura Municipal de Divinópolis – Brasil)

Drª Rosângela Bujokas de Siqueira (Universidade Estadual do Centro-Oeste - Brasil)

Drª Rosenilde Nogueira Paniago (Instituto Federal Goiano – Brasil)

Drª. Rosilene Marques Sobrinho de França (Universidade Federal do Piauí - Brasil)

Dr. Samilo Takara (Universidade Estadual de Maringá - Brasil)

Dr. Sérgio Botton Barcellos (Universidade Federal do Rio Grande do Sul - Brasil)

Dr. Sidemar Presotto Nunes (Universidade Federal Tecnológica do Paraná – Brasil)

Ms. Silvana dos Santos Moreira (Instituto Federal do Paraná – Brasil)

Drª Solange Maria Teixeira (Universidade Federal do Piauí – Brasil)

Ms. Tomás Xavier Francisco (Política Republicana de Moçambique – Moçambique)

Dr. Valdenesio Aduci Mendes (Centro Universitário Municipal de São José – Brasil)

Ms. Virgínia de Souza ( Universidade Estadual de Ponta Grossa - Brasil)

Dr. Zaqueu Luiz Bobato (Universidade Estadual do Centro-Oeste - Brasil)