Mulheres mastectomizadas em face do câncer de mama (Mastectomized women against the breast cancer) Doi: 10.5212/Emancipacao.v.14i2.0012

Raquel Lopes Gentilli, Marilla de Oliveira Moura Nóra

Resumo


Resumo: O objetivo deste trabalho foi estudar como a mulher mastectomizada se sentem em face do adoecimento e do tratamento do câncer de mama. Tratase de uma pesquisa qualitativa desenvolvida com nove mulheres que sofreram mastectomia num hospital da rede de atenção terciária da cidade de Tubarão/SC. A coleta dos dados ocorreu no domicílio das pacientes por meio de entrevistas semiestruturadas e a análise foi realizada a partir do método história oral de vida tópica. Os resultados apontam que o adoecimento representou sofrimento que poderiam ter sido minimizados a partir da intervenção de uma equipe multiprofissional e interdisciplinar que trabalhasse na recuperação, na promoção da saúde e na articulação entre os diversos cuidados, contribuindo para a reinserção social.

Palavras-chaves: Política de Saúde. Interdisciplinaridade. Câncer de mama. Mastectomia. Sofrimento psicossocial

Abstract: The aim of this study was to know how women with mastectomies felt in the face of illness and treatment of breast cancer. This is a qualitative study developed with nine women who underwent mastectomy in a hospital network of tertiary Tubarão/SC. Data collection occurred in the home of patients through structured interviews and the analysis was performed from the oral history of life topical. The results indicate that the disease represented suffering could be minimized from the intervention of a multidisciplinary and interdisciplinary team that could come to play in the recovery of women with mastectomies, health promotion and coordination between the various care, contributing to the social reintegration.

Keywords: Health Policy. Interdisciplinary.Breast cancer.


Palavras-chave


Política de Saúde. Interdisciplinaridade. Câncer de mama.

Texto completo:

PDF