A ESCOLA PÚBLICA NO BRASIL: PROBLEMATIZANDO A QUESTÃO

João Carlos da Silva

Resumo


Tornou-se comum dizer que a escola pública está em crise, desmoronando e fadada até mesmo ao desaparecimento. Porém, esta instituição mantém uma rara e enorme capacidade de sobrevivência, buscando atualizar-se junto às mudanças sociais, tecnológicas e culturais. Ainda que limitada ao ler, escrever, contar continua reproduzindo um projeto vigente. Ao longo da história educacional brasileira, esteve a serviço de diferentes projetos, na Colônia, foi religiosa, no Império foi elitista e na República esteve atrelada ao projeto de industrialização. Atualmente tem sido colocado em discussão seu sentido de instituição pública e estatal. Discutir a crise da escola pública atual é discutir a crise da sociedade capitalista, isto é, a escola de um local do “ócio”, vem se transformando nos últimos anos em um “grande negócio” em favor de projetos populistas e de manutenção e reprodução da sociedade da mercadoria e da banalização da ordem social


Palavras-chave


escola pública; sociedade; crise social

Texto completo:

Artigo


DOI: http://dx.doi.org/10.5212/publ.humanas.v15i2.599