Narrativas autobiográficas de professores: um caminho para a compreensão do processo de formação

Esméria de Lourdes Saveli

Resumo


Este estudo situa-se no campo da Historiografia, especialmente a história oral que tem abarcado pesquisas sobre história e memória, história de vida, biografia e autobiografia. Tomou memoriais escritos por professores(as), um dos requisitos exigidos para participar do processo de seleção ao curso de Mestrado em Educação da Universidade Estadual de Ponta Grossa, como objeto específico de análise. Teve como objetivo compreender o processo de formação da identidade profissional, a partir de experiências narradas pelos(as) professores(as) ao longo de sua trajetória pessoal e profissional.O apoio teórico para a análise do conteúdo dos memoriais, veio de estudos desenvolvidos por CIAMPA (1990), HALBWALCHS (1968), HUBERMANN (1992), GOODSON (1992), HOLLY (1992), DUBAR (1995). Na análise, buscou-se não perder de vista que a narrativa memorialística (re)constrói e (re)pensa a experiência vivida, obedecendo a critérios exigidos pelo contexto. A análise evidenciou, entre outros pontos, que o processo de constituição da identidade profissional está intimamente relacionado com as formas pelas quais os indivíduos assumem e reagem frente às funções inerentes ao papel social de ser professor. E ainda, que a narrativa memorialística tem como referência os grupos de convívio do indivíduo e as instituições formadoras do sujeito. Ao escrever o memorial o(a) professor(a) vai paulatinamente relacionando conteúdos (o que lembra) como também a forma (como lembra), sem perder de vista a quem narra (o interlocutor). Isto aponta que a memória é seletiva uma vez que está voltada tanto para fora (social) como para dentro (individual). O conteúdo da lembrança não aflora em estado puro na linguagem do narrador que lembra. Ele é selecionado em função do ponto de vista cultural e ideológico do grupo a quem o texto se destina.

 

Palavras-chave: Formação de professores. Subjetividade. Identidade profissional. Memória. Memorial.

 

Abstract

 

This study locates in the field of the Historiography, especially the oral history that has been embracing research about history and memory, life history, biography and autobiography. It took memorial written by teachers, one of the requirements demanded to participate in the selection process to the course of Master's degree in Education of UEPG, as specific object of analysis. The research aims to understand the process of the formation of professional identity, starting from experiences narrated by teachers along theirs personal

and professional path. The theoretical support for analysis of the content of the memorial, vein of studies developed by CIAMPA (1990), HALBWACHS (1968), HUBERMANN (1992), GOODSON (1992), HOLLY (1992), DUBAR (1995). In the analysis, it was looked for not to lose of view that the narrative from the memories restored and reflected the lived experience, obeying criteria demanded by the context. The analysis evidenced, among other points, that the process of constitution of the professional identity is intimately related with the forms for the which the individuals assume and they resist front the inherent functions to the social paper of being a teacher. It is still, that the memorial narrative has as reference the groups of the individual's conviviality and the subject's University. When writing the memorial the teacher is going relating contents gradually (what reminds) as well as the form (as they reminds), without losing of view to who narrates (the speaker). Is shows s that the memory is selective once it is returned so much outside (social) as inside (individual). The content of the memory doesn't surface in pure state in the narrator's language that reminds. It is selected in function of the cultural and ideological point of view of the group to who the text is destined.

 

Keywords: Teachers' formation. Subjectivity. Professional identity. Memory. Memorial.


Palavras-chave


Formação de professores. Subjetividade. Identidade profissional. Memória. Memorial.

Texto completo:

PDF