Práxis Educativa, Vol. 2, No 1 (2007)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Avaliação da aprendizagem escolar e o pensamento de Paulo Freire: algumas aproximações

Amparo Villa Cupolillo

Resumo


Este artigo tem por objetivo discutir possíveis aproximações da obra de Paulo Freire com as elaborações teóricas atuais sobre avaliação da aprendizagem escolar numa perspectiva emancipatória. Apesar da avaliação não ter sido um tema priorizado por Paulo Freire em nenhuma obra especificamente, sua teoria e sua concepção de educação oferece subsídios significativos à discussão da avaliação, quando esta busca tensionar e mesmo romper com as formulações de cunho pragmático e neoliberal. A defesa intransigente e radical da democracia, do diálogo e da noção de inacabamento humano na relação entre educador e educando, presentes na obra de Paulo Freire, tornam-se ferramentas fundamentais para se pensar na avaliação da aprendizagem como instrumento auxiliar do educador que busca fazer da educação uma prática emancipatória para seus alunos e para a sociedade. A perspectiva freireana parece oferecer, assim, fundamentação pertinente às concepções de avaliação que se colocam em franca contraposição às tendências das políticas educacionais atuais que centralizam o processo ensino-aprendizagem nas medidas disponibilizadas pela avaliação quantitativa.

 

Palavras-chave: Avaliação. Política educacional. Perspectiva emancipatória.

 

Abstract

 

This article discusses the relationship between Paulo Freire’s work and the contemporary theoretical assumptions about school assessment in an emancipatory perspective. Although the school assessment had not been an essential issue within Freire’s ideas, this paper argues that his work offers relevant elements for the discussion about school assessment, mainly when it questions and at the same time breaks down with pragmatic and neoliberal assumptions. Freire’s work and its radical defense of democracy, dialogue and the notions of human beings as incomplete are essential tools to consider school assessment as an auxiliary tool to the creation of emancipatory practices for schools and society. Freirean perspective seems to offer an adequate theoretical framework which refuses those conceptions of school assessment which centralizes the assessment practices according to summative assessment.

 

Keywords: Assessment. Educational policies. Emancipatory perspective.


Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.