Práxis Educativa, Vol. 7, No 1 (2012)

Tamanho da fonte:  Menor  Médio  Maior

Entendendo o estado gerencial e sua relação com a educação: algumas ferramentas de análise. Doi:10.5212/PraxEduc.v.7i1.0004

Iana Gomes de Lima, Luís Armando Gandin

Resumo


O texto apresenta a construção de ferramentas teóricas para a análise do estado e das políticas públicas contemporâneas, com especial atenção às políticas educacionais. Com a contribuição de John Clarke e Janet Newman e agregando conceitos utilizados por Michael Apple e Stephen Ball, o texto oferece lentes teóricas para o exame da natureza gerencialista do Estado contemporâneo. Através de uma dispersão do poder, de borramento das fronteiras entre o público e o privado e de políticas avaliativas que controlam as ações das instituições públicas, o Estado gerencial combate o Estado de bem-estar social e cria as bases para políticas públicas que redesenham a relação entre sociedade civil e Estado. O texto conclui com algumas implicações para o campo de estudo das políticas educacionais, enfatizando que a lógica gerencialista não é transposta automaticamente, sem mediações, a todas as ações do estado.

 

Palavras-chave: Gerencialismo. Políticas Educacionais. Estado.

 

Abstract

 

Understanding the managerial state: a few theoretical tools

 

This article offers theoretical tools to the analysis of the state and contemporary public policies, with special attention to educational policies. Utilizing mainly the contribution of John Clarke and Janet Newman and adding the concepts used by Michael Apple and Stephen Ball, this article offer theoretical lenses to the examination of the managerial nature of the contemporary state. Through the dispersal of power, the blurring of the borders between public and private and assessment policies that control the action of public institutions, the managerial state fights the Welfare State and creates the conditions to public policies that reshape the relationship between civil society and the state. The article ends with some implications to the study of educational policies, emphasizing the fact that the managerial logic does not transfer, unmediated, to all state actions.

 

Keywords: Managerialism. Educational Policies. State.


Texto Completo: PDF

Licença Creative Commons
Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0.