Os primórdios da imprensa paulista: José da Costa Carvalho, fundador de O Farol Paulistano (1827-1831)

Marisa Midori Deaecto

Resumo


A difusão da imprensa no Brasil coincide com o próprio processo de formação do Estado-nacional. De 1808 a 1831, o jornal impresso logrou conquistar amplo espaço nos meios intelectuais e políticos da Corte e das províncias. Outrossim, ele ganhou as ruas, sendo importante veículo de formação da opinião pública. Discutimos neste artigo o aparecimento da imprensa na cidade de São Paulo, abordando aspectos ainda pouco conhecidos: a vida intelectual no burgo planaltino nas primeiras décadas do Oitocentos; a composição das elites locais, que se inserem na trama política nacional; e o perfil intelectual de José da Costa Carvalho, fundador de O Farol Paulistano, primeiro jornal impresso da cidade de São Paulo. A análise se pauta na leitura de exemplares do jornal citado e na apreciação do inventário da biblioteca de nosso personagem, o que nos permitiu acompanhar não apenas o discurso explicitado na folha semanal por ele editada, bem como suas matrizes intelectuais.

Palavras-chave


São Paulo; imprensa; intelectuais; elite política; newspaper; intellectuals; political groups

Texto completo:

PDF


 

 

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia