Estudo das Disciplinas sobre Gênero e Sexualidade na Formação Inicial de Professores e Professoras de Geografia

Ruan Pinheiro do Nascimento Faria

Resumo


Em meio as atuais discussões políticas a respeito da educação e do currículo, é que promovemos no âmbito do curso de formação inicial em Geografia, o debate sobre a diversidade sexual, sobretudo, a não-heterossexual, presente entre estudantes, docentes e funcionários do espaço escolar. O objetivo da pesquisa é investigar a presença de disciplinas no currículo de Geografia que abordam temas de gênero e sexualidade. Com recorte ao espaço escolar, observamos que as relações de poder da heteronormatividade são, sem questionamentos, institucionalizadas na prática escolar diária. Sendo percebidos pelos movimentos sociais, os estudos de gênero e sexualidade estiveram no cerne de discussões sobre a educação brasileira, incluindo a Geografia para reconhecimento e inserção da temática em suas abordagens.

Palavras-chave


Geografia; Gênero; Sexualidade; Espaço Escolar; Formação Inicial

Texto completo:

PDF


 

Revista Latino-americana de Geografia e Gênero  - UEPG
Fone: +55 (42) - 3220 - 3046
E-mail: generogeo@gmail.com