DIFICULDADES MATERNAS QUANTO AO USO DO FIO DENTAL EM CRIANÇAS

  • Rise Consolação Iuata Costa Rank Universidade de Gurupi
  • Marcos Sampaio Rank
  • Jamil Elias Dib Faculdade de Filosofia e Ciências Humanas de Gurupi

Resumo

O uso diário do fio dental como complemento da higienização bucal tem efeito benéfico sobre a saúde dental e gengival. No entanto, por falta de coordenação motora, não se deve esperar que crianças com menos de oito anos sejam capazes de usar o fio dental corretamente, havendo a necessidade de auxílio por parte da mãe ou responsável. Devido à grande prevalência da doença cárie interproximal em crianças pré-escolares no município de Gurupi, o objetivo deste trabalho foi verificar a prática do uso do fio dental e as dificuldades encontradas pelas mães de crianças de 2 a 8 anos. O estudo constou de 307 questionários distribuídos em escolas públicas e particulares. A análise estatística descritiva foi realizada com o programa BioEstat 2.0. Os resultados demonstraram que as crianças não recebem adequadamente a limpeza interdental (84%) e os principais motivos alegados pelas mães foram: ausência de hábito de uso diário do fio dental (36%), o produto é caro (22%) e as crianças não deixavam passar o fio dental (38%). Concluiu-se que as dificuldades que influenciam e interferem no uso do fio dental, são a falta de esclarecimento quanto à importância dessa técnica e a ausência do hábito da parte dos pais. Este estudo reflete a necessidade de abordar estratégias educativas para o uso do fio dental nessa comunidade.Palavras-chave: fio dental, prevenção, saúde oralDOI:10.5212/Publ.Biologicas.v.12i3.0004
Seção
Artigos