O PIBID COMO PROGRAMA DE INSERÇÃO PROFISSIONAL NA DOCÊNCIA: DADOS DOS EGRESSOS DO PROGRAMA

  • Marília Bonelli LIma
  • Márcia de Souza Hobold Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Palavras-chave: Formação de Professores, Trabalho docente, PIBID

Resumo

Este artigo tem como objetivo apresentar as implicações do Programa Institucional de Bolsa de Iniciação à Docência (PIBID) nos primeiros anos da docência. Para coleta de dados utilizou-se do questionário, com perguntas fechadas, abertas e semiestruturadas. O questionário foi enviado pelo Software SurveyMonkey e foi respondido por 31 egressos de cinco licenciaturas de uma universidade do Sul do país. Em um segundo momento da pesquisa foi realizado observações participantes e entrevistas com a diretoria, auxiliar de ensino, coordenadora pedagógica e professora egressa do PIBIC, que havia respondido o questionário na primeira etapa, sobre sua vivência nos primeiros anos de magistério. A docente estava em seu segundo ano de atividade profissional, como efetiva/concursada, em um Centro de Educação Infantil de uma cidade de Santa Catarina Os resultados indicaram à relevância do PIBID na formação e inserção da egressa e como proporcionou uma maior interação entre os processos de aprendizagem da graduação em relação a inserção e a prática docente.  Um grande fator pertinente à inserção profissional se constitui nas relações no ambiente escolar, que auxiliam no processo da construção das características do fazer docente.

Biografia do Autor

Marília Bonelli LIma
Bacharel em Psicologia pela Universidade da Região de Joinville – UNIVILLE. Pós - graduanda em Psicodrama pela Viver Psicologia.
Márcia de Souza Hobold, Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC
Doutora em Educação, pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo (PUC SP). Realizou estágio de Pós-Doutoramento (CNPq PDJ) também na PUC SP. Atualmente é professora adjunta da Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), vinculada ao Departamento de Metodologia de Ensino, do Centro de Ciências da Educação (MEN/CED/UFSC). Integra a Rede Interinstitucional de Pesquisas sobre a Formação e as Práticas Docentes – RIPEFOR, o Grupo de Trabalho (GT 8) de Formação de Professores da ANPEd Nacional e o Núcleo de Estudos e Pesquisas sobre o Desenvolvimento Profissional Docente, da PUC SP. 
Publicado
2019-06-10
Seção
Caderno Temático - Políticas Públicas, Formação de Professores e Processo de Ensino e Aprendizagem