O detalhe e o macro-contexto: o uso da teoria centrada no Estado para explicar práticas e políticas educacionais

  • Sally Power Cardiff University
Palavras-chave: política educacional, macro, micro contexto

Resumo

Neste artigo, por meio da teoria centrada no estado, procura-se compreender mudanças ocorridas recentemente em escolas inglesas. Para tanto, consideram-se as preocupações expressas por Jenny Ozga, a qual afirma que muitas pesquisas sobre política e prática educacional ignoram o macro-contexto. Com base em dados de estudos de caso, argumenta-se que teorizações sobre as políticas educacionais que se fundamentam em concepções centradas no Estado oferecem pouca ajuda na compreensão do que acontece nas escolas. Sugere-se que, ao invés de denegrir o ‘empiricismo’ das pesquisas, dever-se-ia reconsiderar a utilidade dos referenciais macro-analíticos. Defende-se a idéia de que tais referenciais podem ser baseados em suposições que a princípio não são passíveis de serem demonstradas, assim como em oposições que não são facilmente defensáveis.
Publicado
2009-02-18
Seção
Artigos