O DESCONHECIMENTO DA HEMOFILIA POR MÉDICOS E PROFESSORES: NECESSIDADE DE FORMAÇÃO EDUCACIONAL QUALIFICADA

Resumo

O presente estudo teve como objetivo geral analisar a maneira como os familiares de hemofílicos são informados sobre o diagnóstico de hemofilia. Os objetivos específicos apresentaram as estratégias elaboradas pelos pais para superar as dificuldades e discutir a necessidade de campanhas educacionais para informar sobre a hemofilia. A pesquisa foi de natureza qualitativa e a metodologia de pesquisa utilizada foram estudos de casos. Os dados coletados foram tratados por meio da técnica de análise de conteúdo proposta por Bardin (1994). Foi evidenciado que os pais passaram por diversos processos quando souberam do diagnóstico de hemofilia de seus filhos como: aprendizagens sobre a patologia, medos, incertezas, dúvidas, culpa, aceitação, adaptação, a superproteção e superação.

Biografia do Autor

Marcos Antonio dos Santos, Universidade Estadual de Maringá
Mestre em Educação (2018) pelo Programa de de Pós-Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá - UEM, na linha de Ensino, Aprendizagem e Formação de Professores (ENS), orientado pela pela professora Dra Ercília Maria Angeli Teixeira de Paula. Graduado em Pedagogia (2019) pelo Centro de Ensino Superior de Maringá - UNICESUMAR. Especialista em Docência no Ensino Superior: Tecnologias Educacionais e Inovação (2019). Atendimento Educacional Especializado - Educação Especial e Inclusiva (2019). Educação Física Escolar (2019) e especializando em Educação Infantil e Anos Iniciais do Ensino Fundamental, também pela mesma Instituição de Ensino Superior - UNICESUMAR, e especialista em Educação Física Adaptada pela Faculdade São Braz - FSB (2019).
Ercília Maria Angeli Teixeira de Paula, Universidade Estadual de Maringá
Doutora em Educação. Professora do Departamento de Teoria e Prática da Educação e Programa de Pós Graduação em Educação da Universidade Estadual de Maringá- UEM/PR
Publicado
2020-04-29
Como Citar
dos SantosM. A.; Maria Angeli Teixeira de PaulaE. O DESCONHECIMENTO DA HEMOFILIA POR MÉDICOS E PROFESSORES: NECESSIDADE DE FORMAÇÃO EDUCACIONAL QUALIFICADA. Olhar de Professor, v. 22, p. 1-14, 29 abr. 2020.