Homeschooling e controvérsias: da identidade à pluralidade – o drama da socialização

Resumo

Analisar a problemática da educação domiciliar destacando os principais pontos presentes na literatura, trazendo, todavia, à luz, originalmente, o binômio identidade-pluralidade é o objetivo deste trabalho. O tema tem sido estudado sob diversas perspectivas: legais e históricas, econômicas e ideológicas, mercadológica, direito comparado, teórico pedagógica, como direito individual à liberdade, motivação das escolhas, etc. As questões orientadoras são: Quais controvérsias sugerem a educação domiciliar quando se pensa a operacionalização do currículo escolar nos domicílios? Quais riscos a educação domiciliar oferece para o binômio identidade-pluralidade, no processo de socialização, para a formação da cidadania? Este artigo, é assim, uma pesquisa qualitativa com base em fontes primárias e documentais, em sites, assim como na literatura. Os resultados apontam que triagens e classificações ocorrerão em defesa da “boa socialização” advogada por homeschoolers e se o Estado não fiscalizar, possibilidade completamente plausível, os riscos de formação de bolhas sociais familiares são iminentes. Palavras-chave: Homeschooling. Identidade. Pluralidade.
Publicado
2020-03-20
Seção
Dossiê: Homeschooling: controvérsias e perspectivas