O diálogo e a aprendizagem com Tecnologias da Informação e Comunicação no homeschooling

Resumo

Este artigo tem como objetivo caracterizar o homeschooling, de modo a identificar as contribuições das Tecnologias da Informação e Comunicação (TIC) na educação domiciliar no desenvolvimento de competências dialógicas na formação dos educandos e pais que vivenciam o homeschooling. Realizou-se pesquisa de campo por meio de entrevistas, no período de setembro a outubro de 2019, com cinco famílias que praticam o homeschooling nas cidades de Brasília e Rio de Janeiro. Os resultados evidenciaram que as famílias entrevistadas têm a prática do homeschooling, em média, de 12,6 anos; que a educação individualizada, a flexibilidade para avançar e individualizar a aprendizagem são razões de escolha pela educação domiciliar; que o diálogo é praticado de forma ampla, ocorrendo em todos os espaços de aprendizagem; e que as TIC, como as redes sociais, as plataformas educativas, os livros digitais e as aulas online têm sido utilizadas no homeschooling. O estudo permitiu concluir que o diálogo e as TIC são instrumentos que ampliam as possibilidades de aprendizagem das crianças e dos adolescentes homeschoolers. Palavras-chave: Ensino Domiciliar. Homeschooling. TIC. Diálogo.
Publicado
2020-03-09
Seção
Dossiê: Homeschooling: controvérsias e perspectivas