Políticas de avaliação na educação básica e seus desdobramentos na disciplina de Arte

  • Silvia Sell Duarte Pillotto Universidade da Região de Joinville - Univille
  • Jane Mery Richter Voigt Universidade da Região de Joinville - UNIVILLE
Palavras-chave: Práticas educativas, Políticas de avaliação, Arte no Ensino básico, Education practices, Evaluation Policies, Arts in basic education, Prácticas educativas, Políticas de evaluación, Arte en la Enseñanza básica

Resumo

Este artigo tem como objetivo identificar como professores da disciplina de Arte se apropriaram das políticas de avaliação e quais foram os desdobramentos dessas políticas nas práticas educativas desses profissionais. De abordagem qualitativa, o instrumento utilizado para coleta de dados foram entrevistas semiestruturadas com professores e estudantes de Arte em escolas da rede pública municipal de ensino. O referencial teórico consiste em documentos oficiais como Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica (BRASIL, 2013), Proposta Curricular de Santa Catarina (SANTA CATARINA, 2014), Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (BRASIL, 1996) e ainda Alves (2006), Barbosa (2009), Esteban (2005), Goodson (2001), Hall (2007), Moreira e Candau (2003), entre outros. A análise dos resultados apontou fragilidades no entendimento dos professores sobre os critérios avaliativos, suas conexões com o ensino e aprendizagem e quais políticas de avaliação são assumidas pela escola. Conclui-se que a avaliação é vista pelos professores ora como parte do processo de aprendizagem, ora como elemento limitador, que sinaliza aprovação ou reprovação do estudante e algumas vezes como um fragmento isolado do currículo. Palavras-chave: Práticas educativas. Políticas de avaliação. Arte no Ensino básico. Abstract Evaluation policies in basic education and their developments in Arts as a school subject This paper aimed at identifying how teachers of Arts understood the evaluation policies and which were the developments of these policies in their education practice. As a qualitative research, it employed semi-structured interviews with Arts teachers and students in schools of the municipal education system to collect data. The theoretical background comprised official documents such as Diretrizes  Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica (General National Curricular Guidelines for Basic Education)  (BRASIL, 2013), Proposta Curricular de Santa Catarina (Santa Catarina State Curricular Proposal) (SANTA CATARINA, 2014), Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (Education Guidelines and Bases National Law) (BRASIL, 1996) along with the authors Alves (2006), Barbosa (2009), Esteban (2005), Goodson (2001), Hall (2007), Candau (2003), among others. The results pointed to teachers’ lack of understanding of the evaluation criteria, their connection with teaching and learning and which evaluation policies were adopted by the school. The conclusion was that those teachers sometimes saw evaluation as part of the learning process, other times they saw it as a limiting element, which marked students’ approval or failure, and in some situations they saw it as an isolated part of the curriculum. Keywords: Education practices. Evaluation Policies. Arts in basic education. Resumen Políticas de evaluación en la enseñanza básica y sus despliegues en la asignatura de Arte Este artículo tiene el objetivo de identificar como profesores de la asignatura de Arte se apropiaron de las políticas de evaluación y cuáles fueron los despliegues de esas políticas en las prácticas educativas de esos profesionales. De abordaje cualitativo, el instrumento utilizado para coleta de datos fue entrevistas semiestructuradas con profesores y estudiantes de Arte en escuelas de la red pública municipal de enseñanza. El referencial teórico consiste en documentos oficiales como Diretrizes Curriculares Nacionais Gerais da Educação Básica (BRASIL, 2013), Proposta Curricular de Santa Catarina (SANTA CATARINA, 2014), Lei de Diretrizes e Bases da Educação Nacional (BRASIL, 1996) y aun Alves (2006), Barbosa (2009), Esteban (2005), Goodson (2001), Hall (2007), Candau (2003), entre otros. El análisis de los resultados apuntó fragilidades en el entendimiento de los profesores sobre los criterios evaluativos, sus conexiones con la enseñanza y aprendizaje y cuáles políticas de evaluación son asumidas por la escuela. Se concluye que la evaluación es tomada por los profesores en un dado momento como parte del proceso de aprendizaje y en el otro como elemento limitador, que señala aprobación o reprobación del estudiante y algunas veces como un fragmento aislado del currículo. Palabras clave: Prácticas educativas. Políticas de evaluación. Arte en la Enseñanza básica.

Biografia do Autor

Silvia Sell Duarte Pillotto, Universidade da Região de Joinville - Univille
Pós-Doutora no Instituto Estudos da Criança - IEC na Universidade do MINHO - UMINHO, Braga/Portugal em 2007/2008. Doutora em Engenharia de Produção (Gestão da Qualidade) pela Universidade Federal de Santa Catarina - UFSC (2003); Mestre em Educação (Currículo) pela Universidade Federal do Paraná - UFPR (1997) Especialista em Fundamentos Estéticos para a Arte na Educação pela Faculdade de Artes do Paraná (1992); Graduada em Educação Artística - Habilitação Artes Plásticas pela Universidade para o Desenvolvimento do Estado de Santa Catarina - UDESC (1983) Professora titular nos cursos de Artes Visuais e Pedagogia na Universidade da Região de Joinville - UNIVILLE e nos Programas de Pós-Graduação - Mestrado em Educação e Patrimônio Cultural e Sociedade; Pesquisadora e coordenadora de Núcleo de Pesquisa, possui experiência nas áreas de Artes, Gestão, Currículo, Avaliação e Arte/Educação. Avaliadora do INEP, atua nos seguintes níveis da educação: educação superior e pós-graduação. Autora de vários livros publicados, desenvolve formação continuada e consultoria nas áreas citadas.
Jane Mery Richter Voigt, Universidade da Região de Joinville - UNIVILLE
Doutora em Educação, área de concentração Psicologia da Educação pela Pontifícia Universidade Católica de São Paulo - PUC-SP. Mestre em Educação na linha de pesquisa Educação Matemática pela Universidade Federal do Paraná-UFPR (2004). Licenciada em Matemática pela Fundação Educacional da Região de Joinville - FURJ (1991). Atualmente é professora titular da Universidade da Região de Joinville-UNIVILLE, atuando como professora em cursos de graduação e como professora colaboradora no Mestrado em Educação e participante do Núcleo de Pesquisa em Arte na Educação - NUPAE. Também assume a função de coordenadora pedagógica no Colégio dos Santos Anjos. Tem experiência na área de ensino de Matemática, na formação de professores e na coordenação pedagógica na Educação Básica.
Publicado
2017-03-21
Seção
Dossiê: Políticas de Avaliação e Currículo