Políticas Curriculares e Teoria do discurso: um estudo de caso

Resumo

Apresenta um estudo de caso que discute os novos sentidos produzidos nas políticas curriculares do Instituto Federal Sul-rio-grandense (IFSul). A utilização em conjunto do Ciclo de Políticas, proposto por Ball, e da Teoria do Discurso (TD) de Laclau, potencializou a análise de sentidos de forma não hierárquica entre os diferentes contextos envolvidos na construção destas políticas. No processo de análise de documentos oficiais do MEC e do IFSul e de entrevistas com gestores e docentes da instituição, optou-se por identificar, com auxílio da ferramenta WordSmith, sentidos e deslocamentos ao redor dos significantes ensino, pesquisa, extensão e articulação. Neste trabalho, exemplificando a potencialidade dos conceitos da TD, faz-se a análise em torno do significante extensão, interpretando-se que há dificuldades de fixação de sentidos para esta dimensão educacional e que a expectativa dos gestores, acolhidas pelos professores, é que estes sejam capazes de dar conta de suas demandas.   Palavras-chave: Teoria do discurso. Política curricular. Educação profissional e tecnológica.

Biografia do Autor

Álvaro Moreira Hypolito, Universidade Federal de Pelotas
 
Publicado
2017-04-08