Sob o nome ciclos: disputas discursivas para significar uma educação democrática

  • Érika Virgílio Rodrigues da Cunha Universidade Federal de Mato Grosso
  • Alice Casimiro Lopes Universidade do Estado do Rio de Janeiro

Resumo

Apresentamos neste artigo os resultados de uma pesquisa que focaliza a vinculação da política curricular dos ciclos à ideia de democracia na educação. Interessa-nos entender como essa vinculação democracia-ciclos é constituída e naturalizada, bem como, que efeitos políticos produz. Para tal, investigamos a produção especializada sobre ciclos, com maior destaque para os artigos em periódicos, considerando que tais textos acadêmicos são também textos políticos. A partir de um enfoque pós-fundacional e discursivo, buscamos des-sedimentar a interpretação naturalizada de que existe uma característica democrática da organização em ciclos. Nesse processo, procuramos dar visibilidade à constante disputa de sentidos e significados em torno do significante ciclos. Ciclos se torna, na perspectiva com a qual temos operado, um nome da/na política educacional por meio do qual se busca construir o projeto de uma escola democrática. Palavras-chave: Política de currículo. Ciclos. Discurso. Nomeação. Democracia. Abstract Under the name “cycles of education”: discursive disputes trying to mean a democratic education This paper presents the results of a study which focuses on the link of curriculum policy of cycles to the idea of democracy in education. We seek to understand how this link democracy-cycles is constituted and naturalized, as well as the political effects it produces. Therefore, we investigated the academic production specialized in cycles of education, with greater interest in articles published in journals, bearing in mind that such academic texts are also political texts. From a post-foundational and discursive viewpoint, we aimed at deconstructing the naturalized interpretation of an existing democratic characteristic in the organization of cycles. In this process, we made an effort to give visibility to the constant dispute of signifiers and meanings around the signified cycles. Cycles becomes, in the perspective we chose, a name for∕in the educational policy through which there is an attempt to build a democratic school project. Keywords: Curriculum Policy. Cycles. Discourse. Naming. Democracy. Resumen Bajo el nombre de ciclos: luchas discursivas para significar una educación democrática Presentamos, en este artículo, los resultados de una encuesta que se centra en la vinculación de la política curricular de los ciclos a la idea de la democracia en la educación. Estamos interesados en la comprensión de cómo esta democracia que unen los ciclos se incorpora y se naturaliza, y además qué efectos políticos produce. De esta manera, investigamos la producción especializada de ciclos, más notablemente los artículos en revistas, teniendo en cuenta que este tipo de textos académicos son también textos políticos. Desde un enfoque post-fundacional y discursivo, buscamos desarticular una interpretación naturalizada que hay una función democrática de la organización en ciclos. En el proceso, tratamos de dar visibilidad a la constante disputa de sentidos y significados en torno a los significantes para ciclos. Ciclos se convierte, en la perspectiva con la que hemos operado, un nombre de/en la política de la educación a través de la cual se pretende construir el proyecto de una escuela democrática. Palabras clave: Política Curricular. Ciclos. Discurso. Cita. Democracia.

Biografia do Autor

Érika Virgílio Rodrigues da Cunha, Universidade Federal de Mato Grosso
Professora Adjunta do Departamento de Educação e do Programa de Pós-Graduação em Educação/PPGEdu, Instituto de Ciências Humanas e Sociais da Universidade Federal de Mato Grosso, Campus de Rondonópolis
Alice Casimiro Lopes, Universidade do Estado do Rio de Janeiro
Professora do Programa de Pós-Graduação em Educação da Universidade do estado do Rio de Janeiro, Líder do Grupo de Pesquisa Políticas de Currículo e Cultura.
Publicado
2017-04-08