ENGENHARIA CLÍNICA COMO VETOR DO AVANÇO NA GESTÃO DE EQUIPAMENTOS MÉDICO-HOSPITALARES: CASO DE UM HOSPITAL REGIONAL NO DF

  • Jhessica Ribeiro Cardoso Ministério da Cidadania
  • Cárbio Almeida Waqued

Resumo

A adoção de tecnologias complexas e de altos custos gera elevado número de equipamentos inutilizáveis. A falta de insumo ou peças de reposição para manutenção transforma as unidades de saúde em cemitérios de equipamentos e aparelhos. Dados da Anvisa destacam que em torno de 40% dos Equipamentos Médico-Hospitalares do setor público esteja subutilizado ou inoperante, relacionados aos problemas com manutenções ou que envolvem etapas do ciclo de vida. É neste contexto que a Engenharia Clínica (EC) mostra a sua importância como vetor, ao passo em que avança de uma área estritamente técnica de manutenção de equipamentos para um sistema de gestão de serviços que engloba a educação de equipes, gerenciamento de riscos, avaliação de novas tecnologias, desenvolvimento de equipamentos e garantia da qualidade. Foram analisados os conceitos básicos em torno da gestão de EMH; realizada a caracterização do Estabelecimento Assistencial de Saúde (EAS), no âmbito da EC; e identificaram-se processos de caracterização do ciclo de logística da gestão dos EMH. Os resultados demonstraram que a percepção da logística hospitalar mudou quando ocorreu o surgimento da EC no EAS; que o inventário de equipamentos é uma ferramenta capaz de espelhar as mudanças necessárias no ciclo de vida das tecnologias médicas e que é necessário o fortalecimento do núcleo da EC, para que seja possível manter equilibrada a boa gestão hospitalar, o gerenciamento dos EMH, do corpo clínico qualificado e da segurança do paciente, todos com sustentabilidade.

Biografia do Autor

Jhessica Ribeiro Cardoso, Ministério da Cidadania
ngenheira Ambiental, especialista em Saneamento Ambiental, Construções Sustentáveis e Licitações e Contratos. Atuou em diversas funções em órgãos públicos como o CREA-DF e CONAM/SEMARH-DF. Atuou junto ao Ministério do Planejamento, Orçamento e Gestão - MP na área de Estratégias de Contratações do Governo Federal com ênfase em Contratações Públicas Sustentáveis. Foi professora da Escola de Administração Fazendária - ESAF e da Escola Nacional de Administração Pública - ENAP ministrando aulas sobre Sustentabilidade, Uso do Poder de Compras e Compras Sustentáveis. Atualmente trabalha com Licitações e Contratos no Ministério do Desenvolvimento Social e Agrário.

Referências

Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA). Manual para regularização de equipamentos médicos na ANVISA. 2017.

AMORIM, Aline Silva; JUNIOR, Vitor Laerte Pinto; SHIMIZU, Helena Eri. O desafio da gestão de equipamentos médico-hospitalares no Sistema Único de Saúde. Revista Saúde Debate, Rio de Janeiro, Volume 39, Número 105, p.350-362, 2015.

ANTUNES, Elisabeth; VALE, Marcio do; MORDELET, Patrick; GRABOIS, Victor. A engenharia clínica como estratégia na gestão hospitalar. In: Gestão da Tecnologia Biomédica: Technovigilância e Engenharia Clínica. Cooperação Brasil – França. Éditions Scientifiques Acodess, 2002. cap. 4, p. 45-67. AZEVEDO NETO, Francisco de Paula Bueno de. Desenvolvimento de Tecnologia de Gestão para ambientes hospitalares: o caso do Instituto Fernandes Figueira - Fiocruz. Rio de Janeiro: 2004. Dissertação de mestrado (Ciência e Tecnologia em Saúde), Escola Nacional de Saúde Pública Sérgio Arouca, Rio de Janeiro. 131p.

BRASIL. Equipamentos Médico-Hospitalares e o Gerenciamento da Manutenção: capacitação a distância / Ministério da Saúde, Secretaria de Gestão de Investimentos em Saúde, Projeto REFORSUS. – Brasília, DF: Ministério da Saúde, 2002.

.________. Anvisa. Manual de Tecnovigilância: abordagens para a vigilância sanitária de produtos para a saúde comercializados no Brasil. Brasília: Anvisa, 2010.

CALIL, Saide Jorge. Gerenciamento de Manutenção de Equipamentos Hospitalares. Volume 11 / Saide Jorge Calil, Marilda Solon Teixeira. São Paulo: Faculdade de Saúde Pública da Universidade de São Paulo, 1998.

DEL SOLAR, João Gabriel Martin. A Engenharia Clínica Brasileira: Objetivos, Responsabilidades, Requisitos. Brasília-DF: 2017. Dissertação de Mestrado (Engenharia Biomédica), Universidade de Brasília. 187p.

FILHO, José Souza Caldas Filho; CALDAS, Arlene de Jesus Mendes; NETO, Manuel Leonel da Costa. A importância da engenharia clínica nas instituições de saúde: experiência em um hospital público federal. Revista de Pesquisa em Saúde, Volume 16, Número 2, p.75-79, 2015.

GOMES, Leila Cristina Nunes; DALCOL, Paulo Roberto Tavares. O papel da Engenharia Clínica nos programas de gerência de Equipamentos Médicos: estudo em duas unidades hospitalares. In: Congresso Lationoamericano de Ingeniría Biomédica, 2, 2001, Havana, p. 23-25.

MORAES, Luciano de. Metodologia Para Auxiliar na Definição de Indicadores de Desempenho para a Gestão da Tecnologia Médico-Hospitalar. Florianópolis-SC: 2007. Tese do Doutorado, UFSC, 253p.

OLIVEIRA, Eduardo Frota. Programa de gerenciamento de equipamentos médicos: noções de boas práticas de gerenciamento de equipamentos e acreditação hospitalar. Fortaleza-CE: 2009. Escola de Saúde Pública do Ceará. Fortaleza. 61p.

OLIVEIRA, Eduardo Frota. A Engenharia Clínica e sua importância no ambiente hospitalar. Revista da Maternidade Escola Assis Chateaubriand, Fortaleza-CE, Volume 5, p. 6 -7, 2016.

PORTO, Dora; MARQUES, Demetrius Paveda. Engenharia clínica: nova “ponte” para a bioética? Revista de Bioética (Online). Volume 24, Número 3, p. 515-27, 2017.

SOUZA, Antônio Artur; PEREIRA, Anna Carolina Corrêa; XAVIER, Alessandra Grazielle; XAVIER, Daniele Oliveira; MENDES, Eduardo Santos. Logística Hospitalar: Um Estudo de Caso Diagnóstico das Dificuldades na Gestão Logística do Setor de Engenharia Clínica. Revista Eletrônica de Administração (Online). Volume 12, Número 1, 2013.

SOUZA, Daniel Baldoino de; MILAGRE, Selma Terezinha; SOARES, Alcimar Barbosa. Avaliação econômica da implantação de um serviço de Engenharia Clínica em hospital público brasileiro. Revista Brasileira de Engenharia Biomédica (online). Volume 28, Número 4, p.327-336, 2012.

TERRA, Thiago Gomes, SIMÃO, Eder Maiquel, JÚNIOR, Luiz Fernando Rodrigues. Uma revisão dos avanços da Engenharia Clínica no Brasil. Revista Disciplinarum Scientia, Santa Maria, Volume 15, Número 1, p. 47-61, 2014.

TOSCAS, Fotini Santos; TOSCAS, Fernanda. Sobrediagnóstico e suas implicações na engenharia clínica. Revista Bioética, Brasília, Volume 23, Número 3, p. 535-541, 2015.

WITT, Antonio Carlos; CAMARGO, Caroline Vieir; PANSINI, Leandro Cesar. Equipamentos Médicos e Hospitalares – Tendências de mercado. Curitiba: 2005. Trabalho de Conclusão de Curso, Universidade Tuiuti do Paraná, Paraná. 177p.

Publicado
2019-10-11
Seção
Artigos